Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Supera-TE

Supera-TE

10 +1 coisas que ninguém nos diz sobre viver lá fora

1. É terrivelmente difícil emigrar e os momentos que vivemos quando o fazemos são dos mais difíceis que passamos na nossa vida.
2. Os outros países não são perfeitos como nos querem fazer parecer e em Portugal passa-se uma ideia falsa de que o que é estrangeiro é que é bom.
3. Quando vivemos lá fora ficamos como uma clara noção de que Portugal teria tudo para ser um país de topo. Não o é porque foi e é muito mal governado.
4. Emigrar ensina-nos mais sobre nós próprios sobre as nossas capacidades do que alguma vez imaginamos.
5. Emigrar devia fazer parte do curriculo de qualquer jovem entre os 20 e os 40 anos: porque nos abre muitas portas no nosso país e no país que nos recebe, porque nos alarga os horizontes, porque alarga a nossa capacidade criativa, porque nos cria uma qualidade que se chama resilência, porque nos dá a segurança para um dia usufruir em pleno da beleza do nosso país.
6. Emigrar é também adaptar-se a uma nova cultura e isso traz-nos mais algumas dificuldades ao tão difícil processo.
7. Emigrar é também uma adaptação a um novo ambiente e a um novo clima e isso traz-nos alterações físicas como cair o cabelo ou as unhas.
8. Emigrar tem momentos muito difíceis que são muitas vezes um teste à nossa personalidade e á nossa capacidade de superação.
9. Emigrar traz-nos  uma generosa recompensa de reconhecimento das nossas habilidades e de crença num futuro de crescimento.
10. Durante o primeiro ano de emigração passamos por uma fase de muitas dúvidas que nos levam somente a duas decisões voltar ou ficar. ( Não é geral, mas acontece com a maioria)

10+1 Díficil é dar o passo a primeira  vez, depois disso queremos sempre mais e estamos sempre à procura de uma nova aventura.

Mais sobre mim

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D